Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese



Total de visitas: 32673

FEIRA DE ADOÇÃO - 07 de abril de 2019 - sábado

FEIRA DE ADOÇÃO - 07 de abril de 2019 - sábado

 


Feira de Adoção de Animais Abandonados - Saiba como ajudar


 

 

Dicas sobre como ajudar os cães abandonados

Por Eduardo Conrado

 

O abandono de animais, em especial os animais domésticos, como cães e gatos, é um problema que afeta de maneira importante os grandes centros urbanos ao redor do mundo. Na cidade de São Paulo, por exemplo, há um número incontável de animais abandonados. Campinas, a terceira maior cidade do Estado de São Paulo, tem mais de 20 mil animais nas ruas, segundo levantamento recente feito pela Prefeitura Municipal, por meio do Departamento de Proteção e Bem-estar Animal. Muitos deles são resgatados com ferimentos gerados por atropelamentos, verminoses ou doenças graves como cinomose e levados para abrigos públicos, onde passam por tratamento veterinário, castração e recebem um microchip.

A grande maioria desses animais abandonados não tem raça definida e, como muitos deles foram atropelados ou ficaram adoentados em vias públicas, são tratados e colocados para doação.

Há também a iniciativa algumas empresas que se juntam com ongs a procura de ajudar animais em situação de abandono. É o caso da Raquel do Pet Shop Amora, localizada na Avenida Santa Genebra, em Campinas-SP, que abriu espaço a uma ong de cuidadoras independentes e realizam feiras de adoção na região. Os novos donos são selecionados e apenas aqueles em reais condições de adotar um pet são presenteados com um novo amigo. Os interessados em adotar os animais passam por entrevistas e precisam fazer um cadastro com documentos pessoais e comprovante de residência, para garantir que estes bichos não voltem novamente para as ruas.

O procedimento de adoção deveria sempre seguir esse cronograma, ou seja, a pessoa deveria passar por uma entrevista, realizar a vistoria dos locais, e apenas depois disso liberar o pet quando o solicitante reúna as condições de ter um bicho em casa. Por exemplo, para especialistas, se o o novo lar de um animal abanado e recolhido por uma instituição for melhor ou igual ao local onde eles se encontram abrigados, tudo bem. Caso contrário, se ele correr o risco de ser recolocado nos maus-tratos novamente, a adoção não deve ser feita.


A situação ideal é que após a adoção o pet deva receber um microchip, implantado em animais para controle de população. 

Há também outros tipos de abandonos. Por exemplo, o abandono de animais onde famílias precisam sair de suas casas. Nesse caso, a prefeitura da cidade deve enviar uma equipe do Departamento de Proteção e Bem-estar Animal para o local para recomendar que os bichos não sejam abandonados pelos seus donos durante a desocupação. Porém, é claro que essa medida não impedem que cachorros fiquem para trás. Nesses casos, o que muitas vezes ocorrem é que os vizinhos dessas desocupações acabam por acolher os animais abadonados.

O Departamento de Proteção Animal recebe cerca de 200 denúncias de maus-tratos todo mês, porém não há espaço para alocar estes animais já que os canis públicos já estão todos lotados. O município cuida de um número insignificante de pets abandonados, apenas cerca de 150 cães e 90 gatos, além de monitorar mais sete casos suspeitos de condições precárias.

 

 


Em alguns casos, são feitas coletas de hemograma para avaliar condição do animal pra ver se ele apresenta alguma doença, vacinas, higienização, realização de alguns procedimentos veterinários, além de uma boa alimentação, além das já citadas colocação de microchips. Após essa etapa, depois de eles serem reabilitados, os cães e gatos são colocados para adoção. 


A adoção pode ser uma boa alternativa para que eles sejam bem cuidados e saiam das ruas. 

 

Quem quiser apoiar a Feirinha de Adoção da Santa Genebra ou adotar algum desse animais, fale pelo WHATSAPP: (11) 98212-5212. 

 

DIVULGUE O LINK DA FEIRINHA - 

https://classificadopet.comunidades.net/feira-de-adocao-07-de-abril-de-2019-sabado

 

Os cães de rua, geralmente abandonados, vivem à mercê de restos de comida e abrigos que conseguem encontrar para sobreviverem. Esses animais abandonados reproduzem e o problema é que por falta de alguém para controlar esta população eles continuam procriando e aumenta ainda mais o número de animais abandonados.

 

O que fazer para ajudar

Se possível, leve o animal abandonado ao veterinário, ainda que ele pareça saudável. Esse procedimento é importante principalmente se você, mesmo que fique apenas temporariamente com ele, tem outros animais em casa. Se puder, vacine e realize alguns procedimentos veterinários. Depois de microchip-a-los e alimentá-los, escolha com cautela outro dono para ele. Mas use o seguinte critério: só dê o animal se o novo dono tiver as mínimas condições de alimentá-lo e de colocá-lo em um local limpo, seguro e adequado.